A relevância da gestão da comunicação e liderança na eficiência das empresas turísticas

Manuel Sousa Pereira, Teresa Santos Ferreira

Abstract


O objetivo geral deste artigo reside na necessidade de compreender a gestão da comunicação pessoal e liderança na eficiência das empresas turísticas ao nível da partilha de informação, comunicação interna, atitude dos colaboradores, estilo de liderança, postura da empresa, compromisso, resposta da empresa e reconhecimneto na eficiência das empresas.

Após a revisão da literatura, desenvolveu-se um estudo exploratório, recorrendo ao questionário como instrumento de recolha de informação respondido por dezanove responsáveis do setor. O instrumento de pesquisa foi administrado via email para responsáveis de recursos humanos, diretores, administradores, assessores de administração e outros responsáveis de empreendimentos hoteleiros no norte de Portugal.

Verificamos que os aspetos mais relevantes na gestão da comunicação pessoal e liderança são a condução de reuniões periódicas com os colaboradores, definição de objetivos, incentivo e estratégia, ação de forma consciente por parte dos colaboradores, entusiasmo, sacrifício em prol dos colaboradores, trabalho em conjunto, medidas corretivas sempre que necessário e reconhecimento.

 


Keywords


gestão da comunicação; comunicação interna; atitude dos colaboradores; reconhecimento; liderança pessoal.

References


Abbah, T. (2014) Employee Motivation: The Key to Effective Organizational Management in Nigeria. IOSR Journal of Business and Management (JBM), 16 (4), 1-8. Consultado a 24 de março de 2016, em: http://www.iosrjournals.org/iosrjbm/papers/Vol16-issue4/Version-1/A016410108.pdf

Almeida, S. (2016) Vamos Comunicar? Uma investigação no setor terciário do concelho de Viseu sobre a Comunicação Interna nas Organizações e a Motivação dos Colaboradores.Viseu: UCP.

Bergamini, W. (2006) Motivação nas Organizações. 4ª ed. São Paulo: Atlas.

Blanchard, K. & Peale, V. (1988) The Power of Ethical Management. New York: William Morrow.

Blanchard, K. (2007) Um nível superior de liderança. 2ª Ed. Lisboa. Actual Editora.

Caetano, A. (2008) Avaliação de Desempenho – O essencial que avaliadores e avaliados precisam de saber. 2ª Ed. Lisboa: Livros Horizonte.

Canavarro, J. (2000) Teorias ou Paradigmas Organizacionais. Coimbra: Quarteto Editora.

Cavalcanti, L., et al. (2005) Liderança e Motivação, Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas.

Chiavenato, I. (2000) Recursos Humanos. Ed. Compacta. 6ªed. São Paulo. Atlas.

Cunha, P. & Rego, A. (2005) Liderar. Lisboa: Dom Quixote.

Dias, M. (2016) Vender um sonho: o processo de compra e venda de um evento corporativo vocacionado para a ativação do capital humano. Estoril: Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril.

Fachada, O. (2000) Psicologia das Relações Interpessoais. Lisboa: Editora Rumo.

Ferreira, M. (2015) Os Fatores Motivacionais na Gestão da Força de Vendas e a sua influência no Desempenho Individual: Estudo dos Setores Segurador e Farmacêutico em Portugal. Tese de Doutoramento em Ciências Empresariais, Universidade Fernando Pessoa, Porto.

Huang, C. & Hsu, P. (2011) Perceptions of the impact of chief executive leadership style on organizational performance through successful enterprise resource planning. Social Behavior and Personality, 39(7), 865-878.

Kotler, P. (1999) Marketing para o século XXI: como criar, conquistar e dominar mercados. São Paulo: Futura.

Lima, M. d., Duarte, G., Araujo, A. & Paiva, C. (2014) O Impacto das Políticas de Eventos no Clima Organizacional. Revista de Gestão e Secretariado - GeSeC, pp. 132 - 145.

Medina, I. (2017) O impacto da Liderança Transformacional no Empenhamento Afetivo, Stress e Desempenho dos colaboradores. Leiria: Instituto Politécnico de Leiria.

Motowidlo, J., Borman, C. & Schmit, J. (1997) A theory of individual differences in task and contextual performance. Human performance, 10(2), 71-83.

Nelo, B., Francischetto, A., Souza, S. & Machado, T. (2010) Motivação como valorização do capital intelectual no contexto da sociedade do conhecimento. In VII Simpósio de excelência em Gestão e Tecnologia, Rio de Janeiro, 23-25 Outubro, 2010.

Pradhan, S., & Pradhan, K. (2015). An empirical investigation of relationship among transformational leadership, affective organizational commitment and contextual performance. The Journal of Business Perspective, 19(3), 227–235.

Rego, A. (2007) Comunicação pessoal e organizacional: teoria e prática. Lisboa: Ed. Sílabo.

Rego, A. & Cunha, P. (2007) A Essência da Liderança: Mudança x Resultados x Integridade – Teoria, prática, aplicações e exercícios de autoavaliação. 3.ª Edição, Lisboa: Editora RH

Resende, M. (2018) Percepção dos professores sobre o estilo de liderança desenvolvido pelo diretor de uma escola de Cataguases-MG. Porto: Universidade Fernando Pessoa.

Robbins, P. (2005) Comportamento organizacional. Tradução técnica Reynaldo Marcondes. 11ª Ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

Robbins, P. (2008) O segredo na gestão de pessoas. Lisboa: Centro Atlântico.

Robbins, P., Judge, A., Sobral, F. (2010) Comportamento organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Ed. Pearson Prentice Hall.

Rocha, P. & Salles, A. (2005) Competências e a gestão de pessoas. RACRE – Revista de Administração CREUPI, São Paulo, v. 05, n. 09, jan/dez. 2005.

Ruão, T. (1999) A comunicação organizacional e a gestão de recursos humanos: evolução e actualidade. Web site. Acedido Outubro 10, 2013, em http://hdl.handle.net/1822/2727

Shapiro, P. (1998) The High Impact Salesforce – The Investment You Can’t Afford Not to Make. Boston: Harvard Business School.

Teixeira,S. (2013) Gestão das Organizações. 3 ed. Lisboa: Escolar Editora.

Watzlawick, P. (2011) Münchenhausens Zopf oder : Psychtherapie und «Wirklichkeit» (2ª ed.). Bern: Verlag Hans Huber.

Wetzels, M., Ruyter, K & Bloemer, J. (2000) Antecedents and consequences of role stress of retail sales persons. Journal of Retailing and Consumer Services, 7(2), 65-75.


Refbacks



International Journal of Marketing, Communication and New Media

ISSN: 2182-9306

 

International Networks of Indexing:

Emerging Sources Citation Index (Clarivate Analytics) - QUALIS CAPESGOOGLE SCHOLAR - LATINDEX - REDIB - RCAAP - OAJI - DRJI - MIAR - LIVRE - ERIH PLUS.