Impacto das barreiras normativas e regulamentares na criação de novas organizações

António Oliveira, Orlando Lima Rua

Abstract


O principal objetivo deste estudo é avaliar o impacto das barreiras normativas e regulamentares que se interpõem no processo que decorre entre a intenção e a ação empreendedora e que condicionam a criação de novas organizações.

Assumimos uma abordagem pós-positivista e um método de pesquisa de levantamento, do qual emergiram as hipóteses de investigação que possibilitam enquadrar o objetivo proposto. Procedeu-se assim a um estudo empírico fundamentado na complementaridade entre metodologias de investigação qualitativa e quantitativa.

Na recolha de dados utilizou-se um questionário a partir da base de dados da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) composta por 569 potenciais empreendedores, com intenção empreendedora expressa, construindo-se uma amostra longitudinal (1985 a 2006) composta por 323 observações (56.8% do total).

Através da aplicação do método CHAID – Chi-square Automatic Indentificator Detector, concluiu-se que 69% dos inquiridos não criaram qualquer tipo de organização, sendo que destes 2.2% para o Grupo 1 e 1.1% para o Grupo 2 não o fazem alegando barreiras normativas e regulamentares. Estas conclusões são significativamente distintas em função, por um lado, do envolvimento do indivíduo no processo e, por outro, da maior ou menor facilidade de acesso a recursos financeiros.


Keywords


intenção empreendedora, ação empreendedora, barreiras normativas e regulamentares, entrepreneurial intention-action gap

Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Portuguese Journal of Finance, Management and Accounting

e-ISSN: 2183-3826

 

International Networks of Indexing: GOOGLE SCHOLAR, RCAAP, REBID, DRJI